MPPE suspende internet e e-mail e TJPE retira site do ar para se prevenirem de ciberataques em larga escala - IPOJUCA ONLINE

Notícias Quentes

Post Top Ad


Post Top Ad

sexta-feira, 12 de maio de 2017

MPPE suspende internet e e-mail e TJPE retira site do ar para se prevenirem de ciberataques em larga escala

Devido à medida de segurança, a edição do Diário Oficial do Estado de PE referente ao Ministério Público Estadual não será publicada no sábado (13). Computadores não foram infectados em ambas instituições.


Ministério Público de Pernambuco (MPPE) retirou o site do ar, suspendeu os serviços de internet, rede interna e e-mail funcional no fim da tarde desta sexta-feira (12). A instituição também orientou aos servidores que todos os computadores do órgão fossem desligados. Essas medidas de segurança virtual foram adotadas após os ciberataques em larga escala que derrubaram sistemas de informações de empresas e instituições em mais de 70 países.
De acordo com a assessoria de comunicação do MPPE, esses procedimentos foram preventivos e nenhum computador da instituição foi infectado. A orientação para desligar os computadores foi encaminhada, inclusive, para os prédios do órgão no interior de Pernambuco por volta das 16h40. Também por conta dos ciberataques, a edição do sábado (13) do Diário Oficial do Estado de Pernambuco referente ao Ministério Público Estadual não será publicada.
O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) não retirou o site do ar, mas suspendeu alguns serviços de tecnologia dentro do órgão devido aos ciberataques. Entre eles, sistemas como o Processo Judicial Eletrônico, o malote digital para envios de documentos e a intranet. Além disso, o acesso à internet foi desligado em todos os computadores da instituição, tanto na capital quanto nas cidades do interior de Pernambuco.

Outra medida adotada foi o bloqueio do acesso ao e-mail funcional dos servidores. As orientações foram repassadas pela Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação do TJPE durante a tarde desta sexta (12). A assessoria de comunicação da instituição informou ao G1 que o bloqueio foi preventivo, pois computadores do Tribunal não foram afetados, mas não confirmou se prazos processuais foram prorrogados devido ao ocorrido.
Fonte: g1.globo.com/pernambuco/noticia

Tecnologia

Post Top Ad