Olho de Ipojuca - Notícias: Atenção com suas crianças! Tráfico de crianças continua aumentando no mundo, diz ONU - Pastor Reginaldo Silva

O dia mais bonito de nossas vidas!!!

É BOM ESTÁ PERTO DE QUEM TRANSMITE O BEM!!!

Versículos em destaque

Portanto, não se preocupem com o amanhã, pois o amanhã trará as suas próprias preocupações. Basta a cada dia o seu próprio mal.
Mateus 6:34
Assim, eles já não são dois, mas sim uma só carne. Portanto, o que Deus uniu, ninguém separe".
Mateus 19:6
"Não façam cortes no corpo por causa dos mortos nem tatuagens em vocês mesmos. Eu sou o Senhor.
Levítico 19:28

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Olho de Ipojuca - Notícias: Atenção com suas crianças! Tráfico de crianças continua aumentando no mundo, diz ONU

Crianças já são um terço dos casos de tráfico de pessoas no mundo.
Relatório aponta que exploração sexual ainda é foco principal do crime.


O tráfico de crianças segue aumentando e já representa um terço dos casos de tráfico de pessoas no mundo, segundo o relatório 2014 do Escritório das Nações Unidas contra a Droga e o Crime (UNODC) publicado nesta segunda-feira.

Na África e no Oriente Médio, os menores representam a maioria das vítimas de tráfico de pessoas e em países como Índia, Egito, Angola ou Peru podem alcançar 60% do total de casos, indica a UNODC neste relatório publicado a cada dois anos.
O Escritório da ONU lembra que entre 2003 e 2006 as crianças e os adolescentes só representavam 20% dos casos de tráfico conhecidos.
No mundo, 70% das vítimas de tráfico de pessoas são mulheres, contra 84% de há dez anos.
Embora a principal finalidade do tráfico de seres humanos continue sendo a exploração sexual (53% dos casos), o tráfico para trabalho forçado aumentou a 40%, contra 32% em 2007, segundo a UNODC.
O relatório também expressa sua preocupação por alguns tipos de tráfico de pessoas, como o que obriga as crianças a combater, a se dedicar aos pequenos crimes ou à mendicidade forçada.
No entanto o documento, baseado em dados fornecidos por 128 países, só permite ver a "parte visível do iceberg", indica a ONU, que lamenta que em muitas regiões do mundo o tráfico de seres humanos continue sendo "uma atividade pouco arriscada e muito lucrativa para os criminosos".
Fonte: g1