Crianças menores de 4 anos são principais vítimas de síndrome respiratória grave em PE - PR. REGINALDO SILVA

Notícias Destaque!

Publicidade

Publicidade

O livro mais lindo e adorado!!!


quinta-feira, 8 de junho de 2017

Crianças menores de 4 anos são principais vítimas de síndrome respiratória grave em PE

Segundo a Secretaria de Saúde, até 20 de maio, houve 782 casos, 6,5% a mais do que no mesmo período de 2016. Desse total, 55 tiveram resultado positivo para influenza A(H3N2), sendo 27 em menores. Isso significa 49%.


Vacinação contra a gripe segue até sexta (9). (Foto: André Borges/Agência Brasília)


Secretaria de Saúde de Pernambuco registrou este ano, até o dia 20 de maio, 782 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). O total de notificações de 2017 representa um aumento de 6,5% em relação ao mesmo período de 2016, com 734 notificações. Ao todo, 55 deles tiveram resultado laboratorial positivo para influenza A (H3N2), sendo 27 em crianças pequenas. Dados do governo revelam que 49% das ocorrências foram em menores de 4 anos de idade.
Este ano, os idosos ficam em segundo lugar no ranking de pessoas infectadas pela doença respiratória. Foram 15 casos, ou 27,3% dos registros. Crianças menores de 4 anos e maiores de 60 anos integram grupos contemplados pela vacinação.
De acordo com a Secretaria de Saúde, em 2017, também houve confirmação de 15 casos para influenza B. Este ano, houve um óbito provocado por influenza A (H3N2). No ano passado, foram confirmados 63 casos para influenza A (H1N1) e 2 para influenza B.

Meta

Segundo a Secretaria de Saúde, até quarta-feira (7), Pernambuco notificou a vacinação de 2.106.496 pessoas contra a influenza. Isso significa 90,4% do público prioritário. Assim, a meta da imunização foi atingida pelo estado.
O governo pernambucano alerta que 223 mil pernambucanos ainda precisam ser imunizados, principalmente as crianças entre seis meses e menores de cinco anos. A cobertura desse público chegou a 75%. A campanha, que continua exclusiva para os grupos prioritários, termina na sexta-feira (9).
Devem ser vacinados: idosos, crianças de seis meses a menores de cinco anos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), indígenas, portadores de doenças crônicas não transmissíveis, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional, professores dos ensinos básico e superior de escolas públicas e privadas e profissionais de saúde. Quem tomou a vacina no ano passado e continua dentro dos grupos prioritários também deve ser imunizado.
Fonte: http://g1.globo.com/pernambuco

OLHO DE IPOJUCA - NOTÍCIAS

O livro mais lindo e adorado!!!