NOVA IPOJUCA SAÚDE - 6 PEGADINHAS DA ALIMENTAÇÃO (APARENTEMENTE) SAUDÁVEL - IPOJUCA ONLINE

Notícias Quentes

Post Top Ad


Post Top Ad

MEUS LIVROS


sexta-feira, 14 de julho de 2017

NOVA IPOJUCA SAÚDE - 6 PEGADINHAS DA ALIMENTAÇÃO (APARENTEMENTE) SAUDÁVEL

Sempre é hora de começar novos hábitos – às segundas-feiras, especialmente. Depois de um fim de semana comendo como se não houvesse amanhã, um “detox” cai bem e, quem sabe, levar essa nova alimentação para a vida. Mas nem tudo que parece saudável realmente é – do mesmo jeito que nem tudo que parece light é de verdade. Fizemos uma SUPERLISTA com comidas que têm toda cara de saudáveis, mas, no fundo, no fundo, não passam de enganação. E olha que não foi a primeira vez. Mas, como a moda da comida muda, era hora de um novo texto sobre o tema.




Veja e não caia mais nessas pegadinhas:

1. Pão multigrãos

(bhofack2/iStock)


Sério. Aquele pão cheio de pedacinhos e casquinhas crocantes pode não ser tudo isso que você pensa. Muitos pães “multigrãos” são feitos com cereais refinados. Portanto, eles não te entregam todos os benefícios dos grãos integrais. Além disso, como são industrializados, eles sempre contêm conservantes. Para ter certeza se você está comprando um pão realmente saudável, leia os rótulos com atenção e veja se ele contém farinha refinada e outros cereais processados. Ou passe a fazer seus pães em casa, seguindo receitas como esta ou esta.





2. Saladas prontas



(littleny/iStock)





Nem tudo que é salada é saudável, minha gente. Aquela salada de maionese, por exemplo, apesar de ser feita com legumes, está cheia de… maionese, que não é o supra sumo da saúde alimentar. Do mesmo jeito, mesmo aquelas saladas de folhas que você compra nos supermercados ou nos restaurantes e vêm cheias de molhos também não são tão saudáveis assim. Os molhos costumam ter maionese, que, além de um poço de calorias, também são uma fonte alimentadora do mau colesterol.




3. Molhos prontos para saladas



(VeselovaElena/iStock)



Falando em saladas, que delícia aqueles molhos que vêm em garrafinhas, hein! Pois é, pegadinha. A maioria dos molhos industrializados contêm açúcar, colorantes, espessantes, melhoradores de sabor (o famoso glutamato monossódico) e outros aditivos químicos. Isso sem contar a quantidade de sódio que, em alguns molhos, pode chegar a cerca de 7% da quantidade diária recomendada. Em apenas uma colher de sopa. Para fugir disso, faça seu molho em casa com temperos naturais, ou vá no combo vinagre-e-azeite (extra virgem)






4. Peito de peru

(HandMade Pictures/iStock)

Em vez de presunto, você opta por um fatiado mais light e faz aquele sanduba com peito de peru. Lamento ser a portadora de más notícias, mas o tal peito de peru também não é lá essas coisas por estar cheio de sódio. Algumas marcas podem chegar a ter até 250 mg, ou 0,25 g de sal, por fatia, o que corresponde a pouco mais de 10% de todo o sódio que você deveria ingerir em um dia inteiro, segundo o Guia Alimentar, do Ministério da Saúde. A solução seria passar a fazer sanduíches de peito de frango feito em casa e desfiados, ou de carne assada, que você pode fatiar e congelar para ir comendo aos poucos.




5. Wraps



(Olgaorly/iStock)




Você olha aquela massa fininha dos wraps e pensa: “não tem como isso não ser saudável”. Mas tem. Uma “folha” de wrap geralmente contém mais gorduras saturadas e sódio do que duas fatias de pão integral (dos bons, não os de enganação). Muitos deles também levam gorduras hidrogenadas – ou seja, gordura trans. E contêm menos fibra. #pã Se você prefere mesmo os wraps, escolha uma marca que contenha “farinha integral” como primeiro ingrediente da lista* e que não leve gordura hidrogenada. Aí, faça seu recheio com bastantes vegetais e proteína magra. Ou, mais uma vez, faça seu próprio wrap em casa e saiba os ingredientes que está ingerindo.


*No Brasil, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determina que os ingredientes apareçam nos rótulos dos produtos por quantidade utilizada na receita. Ou seja, se o primeiro ingrediente de um rótulo é “farinha integral”, isso significa que esse é o ingrediente mais usado naquele alimento – e assim sucessivamente.

6. Whey protein



(JANIFEST/iStock)





Acrescentar um pouco mais de proteína à alimentação pode ser uma boa, principalmente se você faz muita atividade física e tem um gasto energético alto. Mas isso pode ser feito de forma ainda mais saudável se você escolher alimentos de verdade – em vez de potes cheios de pó. As proteínas naturais (tipo tofu, castanhas, sementes de girassol e outros alimentos que você encontra aqui) são menos processadas, mais fáceis de serem digeridas e mais gostosas do que os pós de proteína. Além disso, você se livra do risco de uma overdose de proteína, que pode sobrecarregar o fígado e os rins.


As informações são das nutricionistas Katerine Brooking e Carolyn Williams, consultoras do site Cooking Light.

Fonte: http://super.abril.com.br/blog/superlistas/6-pegadinhas-da-alimentacao-aparentemente-saudavel/

NOVA IPOJUCA - NOTÍCIAS
UMA NOVA ERA PARA O POVO IPOJUCANO



Tecnologia

Autor

NOVA IPOJUCA - NOTÍCIAS O nosso objetivo é deixar o leitor Ipojucano bem informado sobre os fatos importantes do dia a dia da nossa Cidade, sempre com olhar crítico e imparcial, além de revelar o que acontece nos bastidores políticos da região.

GASTRONOMIA ONLINE


Post Top Ad