NOVA IPOJUCA NOTÍCIAS - Corpo de cantora gospel é encontrado com sinais de violência em praia de Santa Catarina - Pastor Reginaldo Silva
BLOG DO PASTOR REGINALDO SILVA - É DE IPOJUCA. É DO POVO
BLOG DO PASTOR REGINALDO SILVA - É DE IPOJUCA. É DO POVO

O dia mais bonito de nossas vidas!!!

É BOM ESTÁ PERTO DE QUEM TRANSMITE O BEM!!!

Versículos em destaque

Portanto, não se preocupem com o amanhã, pois o amanhã trará as suas próprias preocupações. Basta a cada dia o seu próprio mal.
Mateus 6:34
Assim, eles já não são dois, mas sim uma só carne. Portanto, o que Deus uniu, ninguém separe".
Mateus 19:6
"Não façam cortes no corpo por causa dos mortos nem tatuagens em vocês mesmos. Eu sou o Senhor.
Levítico 19:28

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

NOVA IPOJUCA NOTÍCIAS - Corpo de cantora gospel é encontrado com sinais de violência em praia de Santa Catarina

Foto que Tânia Machado usava como perfil do WhatsApp

Uma cantora gospel foi encontrada morta em uma praia, com sinais de violência, como hematomas. A Polícia Civil está investigando o caso como assassinato.


O caso foi registrado na cidade de Balneário Arroio do Silva, litoral de Santa Catarina. O corpo foi achado na manhã do último domingo, 06 de agosto, e identificado como de Tânia Regina Teixeira Machado, 30 anos, que era cantora gospel e bastante conhecida em sua cidade, Araranguá.

De acordo com informações do portal local Canoinhas Online, Tânia foi achada na Praia da Meta e reconhecida pela família. Informações preliminares da autópsia indicam que o crime tenha sido cometido por volta das 22h00 do dia anterior.

O corpo de Tânia tinha marcas de espancamento, hematomas na cabeça provocados provavelmente por objeto contundente. O legista descreveu a causa da morte como asfixia por afogamento, e os investigadores acreditam que ela foi jogada ao mar ainda viva, pois foi encontrada amarrada em uma corta de pescador.


Um policial militar afirmou que a cantora estava vestida apenas com suas roupas íntimas, o que levanta a suspeita de crime de violência sexual. Material para análise posterior foi coletado, apesar de o Instituto Médico Legal (IML) não ter constatado lesão de estupro.
Agora, a Polícia Civil está se dedicando a explorar todas as pistas e evidências para descobrir a autoria do crime e a motivação para o assassinato da cantora, segundo informações do portal G1.

Fonte: noticias.gospelmais.com.br