NOVA IPOJUCA NOTÍCIAS - Ex-prefeito de Camaragibe tem bens bloqueados pela Justiça Federal - Pastor Reginaldo Silva
BLOG DO PASTOR REGINALDO SILVA - É DE IPOJUCA. É DO POVO
BLOG DO PASTOR REGINALDO SILVA - É DE IPOJUCA. É DO POVO

O dia mais bonito de nossas vidas!!!

É BOM ESTÁ PERTO DE QUEM TRANSMITE O BEM!!!

Versículos em destaque

Portanto, não se preocupem com o amanhã, pois o amanhã trará as suas próprias preocupações. Basta a cada dia o seu próprio mal.
Mateus 6:34
Assim, eles já não são dois, mas sim uma só carne. Portanto, o que Deus uniu, ninguém separe".
Mateus 19:6
"Não façam cortes no corpo por causa dos mortos nem tatuagens em vocês mesmos. Eu sou o Senhor.
Levítico 19:28

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

NOVA IPOJUCA NOTÍCIAS - Ex-prefeito de Camaragibe tem bens bloqueados pela Justiça Federal

João Lemos (PCdoB) é réu em ação de improbidade administrativa por supostas irregularidades na aplicação de recursos do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome.

Imagem do site thecities.com.br

A Justiça Federal determinou o bloqueio dos bens do ex-prefeito de Camaragibe, João Lemos (PCdoB), solicitado pelo Ministério Público Federal em Pernambuco (MPF-PE). O ex-gestor desse município da Região Metropolitana do Recife é réu em ação de improbidade administrativa por supostas irregularidades na aplicação de recursos federais do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome.


De acordo com as investigações, o então prefeito teria desviado, em 2009, R$ 240 mil que deveriam ser destinados à implantação de 15 veículos do Programa Nacional de Inclusão de Jovens (Projovem Adolescente). O bloqueio foi divulgado pelo MPF-PE nesta terça-feira (8).
A Justiça acatou os argumentos da procuradora da República Sílvia Regina Pontes Lopes e determinou o bloqueio dos bens de João Lemos em cerca de R$ 850 mil. O valor corresponde ao suposto prejuízo a ser ressarcido aos cofres públicos mais multa e deverá ser pago em caso de condenação.


A decisão do bloqueio é do juiz Augusto César de Carvalho Leal, da 12ª Vara da Justiça Federal. O ex-prefeito João Lemos disse que recebeu com surpresa a decisão da Justiça e que ainda não foi notificado oficialmente sobre o assunto.
Fonte: http://g1.globo.com/pernambuco/noticia