NÃO CONFUNDA DISCURSO DE ÓDIO COM LIBERDADE DE EXPRESSÃO - PRSilva

PRSilva

NOTÍCIAS, VERSÍCULOS, MENSAGEM, ORAÇÃO, VÍDEOS, LIVROS, SERMÃO, BÍBLIA ONLINE...

Ipojuca Online 01



Post Top Ad

sábado, 21 de abril de 2018

NÃO CONFUNDA DISCURSO DE ÓDIO COM LIBERDADE DE EXPRESSÃO


Não há dúvidas de que esta campanha eleitoral é uma das mais acirradas e disputadas dos últimos tempos, marcada por debates acalorados e nem sempre respeitosos. E um dos momentos mais baixos foi protagonizado por Levy Fidelix, então candidato à Presidência no primeiro turno, no debate da Record. O presidenciável pelo PRTB associou homossexuais a pedófilos, defendeu tratamento psicológico aos LGBT e, por fim, conclamou a maioria a “enfrentar essa minoria”. A reação subsequente nas redes sociais foi intensa para os dois lados. Enquanto a hashtag # LevyVocêÉNojento figurou entre as mais comentadas do Twitter, a página do Facebook de Levy Fidelix cresceu dez vezes em número de seguidores.



Pensando nisso, o Ministério da Justiça lançou, através da sua página no Facebook, a campanha “Não confunda discurso de ódio com liberdade de expressão”. A ação era composta por uma imagem e o texto subsequente: “Liberdade de expressão é o direito de manifestar livremente opiniões e ideias. Entretanto, o exercício dessa liberdade não deve afrontar o direito alheio, como a honra e a dignidade de uma pessoa ou determinado grupo. O discurso do ódio é uma manifestação preconceituosa contra minorias étnicas, sociais, religiosas e culturais, que gera conflitos com outros valores assegurados pela Constituição, como a dignidade da pessoa humana. O nosso limite é respeitar o direito do outro”. Até o fechamento deste texto, a campanha contava com mais de 50 mil “curtidas” e 100 mil “compartilhamentos”.

A Declaração Universal dos Direitos Humanos assegura, no Art. 19°, o direito à liberdade de expressão e opinião, que implica o direito de não ser inquietado por determinadas posturas. No entanto, a mesma declaração garante, no Art 1°, que “todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos”. Subentende-se que, para evitar conflitos entre os artigos da Declaração e, sendo a dignidade humana algo inalienável e prioritário, a liberdade de expressão deve se adequar a certos limites para que não se exceda.

Saiba o Significado 

Maurício Gentil, advogado militante do Direito Público, destaca, em sua coluna no site Infonet, uma série de barreiras à liberdade de expressão. Ela “não pode ser utilizada como meio para lesar a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas; não pode ser utilizada para ofensas pessoais, para falsa imputação de crimes ou difamação da intimidade alheia; não pode ser utilizada para discriminação de qualquer natureza (por exemplo, racial, social, de gênero ou por orientação sexual)”. Partindo desse princípio, o que Levy e outros homotransfóbicos reclamam para si é o direito de oprimir a população LGBT, e isso não pode ser aceito de maneira alguma, da mesma forma que o racismo. (Marco Galindo)
cidadaniafundamentosdireitoshumanos.blogspot.com.br

Post Top Ad