8 filmes e séries que todo advogado deveria ver - PR. REGINALDO SILVA

Notícias Destaque!

Publicidade

Publicidade

O livro mais lindo e adorado!!!


quinta-feira, 13 de abril de 2017

8 filmes e séries que todo advogado deveria ver

Não faltam retratos interessantes do mundo jurídico em filmes e séries. Confira uma seleção exclusiva de títulos obrigatórios para advogados


São Paulo — Se você é advogado e ama séries e filmes, não faltam opções para alimentar essas duas paixões ao mesmo tempo: a indústria audiovisual já produziu e continua produzindo excelentes retratos do mundo jurídico.
Se você já viu clássicos como “12 homens e uma sentença” (1957)  ou “A firma” (1993), saiba que existe uma infinidade de lançamentos recentes que exploram os dramas típicos de um profissional do Direito em suas diversas frentes de atuação.
Na seleção a seguir, elaborada com a ajuda de sócios da Salomon, Azzi, consultoria de recrutamento e seleção voltada ao mercado jurídico, você conhecerá 8 filmes e séries dos anos 2000 que trazem reflexões importantes sobre a carreira na área.
Todos os títulos estão disponíveis no serviço de streaming online NetflixConfira a seguir as sinopses e as principais razões para assistir a cada um deles:

1. “O segredo dos seus olhos” (2009)


Neste premiado drama argentino, Benjamín Esposito (Ricardo Darín) investiga o culpado por um crime brutal: o estupro seguido de assassinato de uma mulher. Nesse processo, ele conhece o marido da vítima e lhe promete justiça. No caminho para encontrar a verdade, ele irá se deparar com um sistema penal burocrático, engessado e com fortes rastros de autoritarismo. 
Por que vale a pena? “O filme mostra de maneira primorosa uma face cruel do sistema penal e o desejo de vingança que nutre as relações entre Esposito e o marido da vítima”, diz Camila Badaró, sócia da Salomon, Azzi. O espectador também é convocado a refletir sobre um dilema de difícil resposta: qual seria a punição adequada para uma grande atrocidade?

2. “How to get away with murder” (2014 — presente)


Numa prestigiada universidade da Filadélfia, uma professora de direito criminal escolhe seus cinco melhores alunos para que lhe auxiliem em seus casos da vida real como advogada. A série intercala duas histórias interligadas. Uma mostra os casos apresentados pela docente e as soluções jurídicas trazidas pelos seus pupilos. A outra trama se desenrola sobre um assassinato cometido pela professora e o envolvimento involuntário dos estudantes na tentativa de ajudá-la a se livrar da punição. 
Por que vale a pena? De acordo com Marcela Libanori, sócia da Salomon, Azzi, o seriado é interessante por dissecar os métodos de atuação dos advogados criminais. “Eles precisam buscar saídas possíveis para seus clientes e, no caso, saídas para eles mesmos também”, explica a ela. “Além disso, é um mergulho no ambiente acadêmico do Direito”.




3. “Suits” (2011 — presente)


O seriado leva o espectador para dentro de um grande e renomado escritório de advocacia em Nova York. O drama se baseia na resolução de causas jurídicas pelos profissionais da firma e os bastidores na relação com os clientes. Entre a briga de egos e a disputa pelo poder entre os sócios, os personagens precisam lidar com um ritmo de trabalho intenso e a constante cobrança por excelência. 

Por que vale a pena? A principal razão para assistir ao seriado é ter acesso a um retrato vibrante e humanizado da rotina de um advogado corporativo. Aparecem suas estratégias, muitas vezes no limiar da ética, para buscar acordos e evitar os tribunais. Para Camila Dable, sócia da Salomon, Azzi, o atrativo está na oportunidade de ver de perto a dinâmica entre advogados e clientes e a disputa de poder dentro de um grande escritório de advocacia empresarial. Há também, claro, várias cenas instigantes em tribunais nova-iorquinos —para fãs do estilo, é um prato cheio.


4. “Billions” (2016 — presente)


Os protagonistas desta série são Chuck Rhoades (Paul Giamatti), um agressivo procurador de justiça com planos de se tornar governador de Nova York, e Bobby Axelrod (Damian Lewis), um dos homens mais ricos e poderosos de Wall Street. Ambos se detestam. O empresário vive cometendo diversas irregularidades a seu favor — e o procurador anseia por um deslize de seu rival para “pegá-lo” e condená-lo pelos seus crimes contra o sistema financeiro. 

Por que vale a pena? Segundo Badaró, a série conta com personagens complexos e mulheres confiantes, e se revela bastante alinhado ao atual cenário político e econômico brasileiro. Afinal, evidencia a maneira ilícita de fazer negócios de grandes empresários e políticos, e mostra tentativas de criar mecanismos de controle para o cumprimento da lei vigente.  




5. “Orange is the new black” (2013 — presente)


Baseada numa história real, a série apresenta o cotidiano de mulheres presas numa penitenciária federal feminina nos Estados Unidos. Ao longo dos capítulos, o espectador compreende o motivo pelo qual elas estão lá e quais são as suas histórias de vida. A trama principal gira em torno da personagem Piper Chapman (Taylor Schilling), condenada por crime de tráfico internacional de drogas. 

Por que vale a pena? A série é um mergulho no sistema judiciário e penitenciário norte-americano. “Fica evidente a existência de divisões e grupos internos entre as detentas, e também a diferenciação de tratamento pelos guardas e pela lei em relação às pessoas menos favorecidas”, comenta Libanori.  

6. “Homeland” (2011 — presente)


Este seriado mostra os bastidores da política de guerra americana, o combate ao terrorismo e o cotidiano da CIA, a agência de inteligência dos Estados Unidos. O ponto de partida da narrativa é o retorno de um prisioneiro de guerra após quase 8 anos em cativeiro. Uma dúvida paira sobre sua real identidade: ele é um herói de guerra ou um terrorista disfarçado que acabou se aliando ao inimigo? 

Por que vale a pena? De acordo com Renato Sapiro, sócio da Salomon, Azzi, o grande ponto de interesse da história para o advogado é a atuação da CIA. “Ela tem carta branca para agir, ainda que se sobrepondo à legislação existente nos Estados Unidos, em nome da segurança nacional”, diz ele.



7. “O lobo de Wall Street” (2013)


Este filme é baseado na história real de Jordan Belfort, que foi da glória à ruína após um período de enriquecimento ilícito. Segundo Fábio Salomon, sócio da Salomon, Azzi, a história expõe a relação promíscua entre os ambiciosos operadores do mercado financeiro e o sonho imediatista do homem médio — que vê no sistema de valores mobiliários uma oportunidade de riqueza rápida, mas é desprovido de conhecimento técnico sobre o mercado. 

Por que vale a pena? “O tema é atualíssimo, uma vez que vivemos tempos de aprimoramento em controles internos e na regulamentação jurídica dos crimes contra o sistema financeiro (FCPA/SOX), que são praticados constantemente durante o filme pela equipe de Jordan Belfort, famoso operador da bolsa de Nova York que acabou preso em um caso amplamente divulgado na época”, diz Salomon. “Em virtude de casos como o tratado neste filme, criou-se a necessidade de maior sofisticação do advogado atuante na área jurídico-financeira, de compliance e de mercado de capitais”.

8. “Prison Break” (2005 — 2009)


Nesta série, um homem é condenado à pena de morte por um assassinato que não cometeu. Seu irmão, Michael Scofield (Wentworth Miller) elabora um ousado plano para resgatá-lo da prisão antes que seja tarde demais. Ele tatua a planta da cadeia em seu corpo e assalta um banco para ser preso e enviado para a mesma penitenciária onde seu irmão espera a morte. Gradualmente, percebe que seu drama pessoal está ligado a uma grande conspiração que envolve o governo dos Estados Unidos e poderosas corporações. 



Por que vale a pena? Segundo Ana Ligia Guimarães, sócia da Salomon, Azzi, a trama é interessante por retratar os bastidores do sistema prisional, no qual detentos e oficiais estabelecem alianças para obter vantagens ilícitas. Fora dos muros da penitenciária não é diferente: há um complexo jogo de poder para garantir o sucesso da conspiração e a continuidade do governo vigente.

Fonte: exame.abril.com.br

O livro mais lindo e adorado!!!