Petrobras reduz preço da gasolina em 5,4% nas refinarias - Pastor Reginaldo Silva
É BOM ESTÁ PERTO DE QUEM TRANSMITE O BEM!!!

Versículos em destaque

Portanto, não se preocupem com o amanhã, pois o amanhã trará as suas próprias preocupações. Basta a cada dia o seu próprio mal.
Mateus 6:34
Assim, eles já não são dois, mas sim uma só carne. Portanto, o que Deus uniu, ninguém separe".
Mateus 19:6
"Não façam cortes no corpo por causa dos mortos nem tatuagens em vocês mesmos. Eu sou o Senhor.
Levítico 19:28

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Petrobras reduz preço da gasolina em 5,4% nas refinarias

O preço do diesel sofrerá um corte de 3,5% nas refinarias

Consumo em posto de gasolina da Petrobras (Ricardo Matsukwa/VEJA.com)


A Petrobras decidiu nesta quinta-feira reduzir o preço médio da gasolina nas refinarias em 5,4%. No caso do diesel, a redução será de 3,5%.

“A decisão foi guiada predominantemente por um aumento significativo nas importações no último mês, o que obrigou ajustes de competitividade da Petrobras no mercado interno”, informa a companhia.


Conforme princípio da política da empresa em vigor, a participação de mercado da companhia é um dos componentes de análise considerado pela estatal. A importação de gasolina por terceiros para o mercado interno aumentou de 240 mil metros cúbicos em fevereiro para 419 mil em abril, com previsão de manutenção em torno deste nível em maio. No diesel, a importação saiu de 564 mil metros cúbicos em fevereiro para 811 mil em abril, e há previsão de mais de 1 milhão de metros cúbicos em maio, disse a estatal.

“Com isso, as refinarias da Petrobras podem chegar a um fator de utilização abaixo do último dado divulgado pela companhia em seus resultados trimestrais, que foi de 77%ento.”

Neste cenário, os fatores relacionados ao preço dos derivados no mercado internacional e a oscilação da moeda nacional também foram avaliados, disse a Petrobras, acrescentando que os novos preços continuam com uma margem positiva em relação à paridade internacional, conforme princípio da política da empresa.

Se o ajuste feito nesta quinta-feira for integralmente repassado e não houver alterações nas demais parcelas que compõem o valor ao consumidor final, o diesel pode cair na bomba 2,2%, ou cerca de 0,07 real por litro, em média, e a gasolina, 2,4%, ou 0,09 real por litro, em média.

(Com Reuters)
Fonte: veja.abril.com.br