Sem braços nem pernas, menino de 11 anos aprende a jogar videogame apenas com o queixo - PR. REGINALDO SILVA

Notícias Destaque!

Publicidade

Publicidade

O livro mais lindo e adorado!!!


segunda-feira, 15 de maio de 2017

Sem braços nem pernas, menino de 11 anos aprende a jogar videogame apenas com o queixo



Tiyo Satrio, de 11 anos, da Indonésia, nasceu sem braços e pernas. Independente disso, ele aprendeu a viver conforme sua condição. Conforme reportado pelo Mail Online, Satrio aprendeu a escrever utilizando a boca e a jogar videogame apenas com o queixo. Contudo, o menino ainda depende de outras pessoas para levá-lo a lugares, como a escola.

Sua mãe, Mimi, disse que após o banho, o garoto começa a jogar até que o professor passe em casa para levá-lo às aulas. Então, quando retorna, começa a jogar novamente. Escrever também parece não ser um problema para Tiyo. De acordo com o diretor da escola, ele consegue se manter no nível acadêmico dos colegas, apesar de suas necessidades especiais.


No entanto, esse nem sempre foi o caso. O menino, inicialmente, chegou a enfrentar problemas de insegurança, chegando a abandonar a escola. Agora, frequentador regular, e dependendo de outras pessoas para empurrá-lo sobre sua cadeira de rodas, sua natureza otimista e risada contagiante fez dele um dos favoritos da classe entre alunos e professores.


Ao longo de sua gravidez a mãe não teve conhecimento da condição do filho. E mesmo depois de ter nascido, não lhe foi dito de imediato que a criança não possui pernas e braços. “A parteira disse que estava tudo normal, que ele era bom, saudável”. Embora chocada com noticia, Mimi logo se ajustou rapidamente a condição de Tiyo. E essa aceitação é o que tem contribuído para a personalidade extrovertida do garoto.


Junto com o marido Wawan, Mimi tem quatro filhos adultos que vivem espalhados pela Indonésia, por isso, não são capazes de ajudar com os cuidados diários. O menino é capaz de fazer algumas coisas sozinho, mas sua falta de mobilidade faz com que precise ser alimentado, banhado e vestido por outras pessoas. A família costumava receber ajuda financeira estatal para as despesas, mas disseram que esse apoio não vem mais.


De acordo com o pai, por terem que cuidar do menino em tempo integral, eles não podem sair ou trabalhar. Agora, a escola de Tiyo, SLB Firdaus, tem tirado um pouco da carga diária dos pais. Todas as manhãs ele é levado de moto para estudar. Segundo o Mail Online, as matérias em que mais se destaca são matemática e estudos religiosos.

Fonte: www.jornalciencia.com




O livro mais lindo e adorado!!!